Loading...

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Bunda Brasil

Imagem retirada do site: Me Ajuda Aê!

Como de costume, hoje ao chegar do trabalho fui dar uma olhada rápida nas notícias do dia, e eis que me deparo com a seguinte matéria “Conheça as candidatas ao Miss Bumbum 2011”, a primeira coisa que veio à minha mente foi: Que merda é essa? Desculpem pelo palavreado, mas se tem coisa que me deixa indignada é essa depreciação da mulher, fico imaginando o que pensa uma mulher que participa de um concurso desse nível? Será que quando ela era criança e perguntavam o que seria quando crescesse, ela respondia que queria ser a bunda mais bonita do Brasil?

Realmente não entendo, não entra na minha cabeça que mulheres prefiram ter reconhecimento pelo seu traseiro ao invés de seu trabalho. Ser uma cirurgiã importante? Uma advogada de renome? Uma professora conceituada? Isso não tem mais valor algum.

Antigamente, as mulheres lutaram por direitos iguais aos homens, lutaram por um tratamento com dignidade e respeito e o que eu vejo atualmente, é toda essa luta ser jogada no lixo por uma veneração ao corpo, dessa forma continuamos sendo submissas aos homens, não mais na cozinha e nos trabalhos domésticos, mas somos escravas sexuais. É só dar uma olhada nesses programas de auditório: Querida, qual a sua profissão? Ah, eu sou a bunda que aparece no retorno dos comerciais do programa do Gugu. Imagino se eu chego para a minha avó, beata de abrir a igreja no interior de Goiás: Vó sinta orgulho de sua neta, ganhei o “Miss Bumbum 2011”! Teríamos um velório em breve.

É tão difícil para a mulher ter o seu devido reconhecimento, um exemplo pessoal: Sou vendedora e trabalhei em uma empresa em que mulher podia ser vendedora em shopping ou telemarketing, depois de um bom tempo nessas funções queria ser transferida para o setor de vendas externas, que é muito mais lucrativo, sabe a resposta do meu chefe? “Mulher na rua não dá certo”. Eu e mais uma colega tivemos que provar que ele estava errado, e colocando nosso emprego em risco, pois ele deixou bem claro que tínhamos 1 mês para mostrar resultado ou... rua. E nós conseguimos, mostramos que somos tão capazes quanto os homens, eu já não trabalho mais nessa empresa, por outros motivos, mas essa minha colega continua lá até hoje e nesses dias me contou que todos os meses vêm superando, e em muito, as suas metas.

Não estou dizendo que a mulher não tenha que cuidar do seu corpo e não deva receber elogios, longe disso, nós adoramos que nos achem bonitas e atraentes, mas desfilar de calcinha micro pra um monte de marmanjo babão ficar votando no tamanho e nas formas do seu bumbum? Valorize-se minha filha, você é muito mais que isso. Comece a cuidar de uma parte do seu corpo que te dará um reconhecimento muito mais duradouro, a sua cabeça. E guarde as lingeries micros e as poses sensuais para um único homem, aquele que te valorizar pelo o que você é, e não pela sua bunda, antes que você acabe se tornando a esposa estilo “Hope”, aquela que pra ser ouvida pelo marido, tem que estar de calcinha e sutiã.

3 comentários:

  1. Oie!
    Adorei o seu blog Flor! Estou te seguindo!
    Ficaria muito feliz de você passar lá no meu cantinho e se gostar me seguir também!!!
    Bjus
    http://poblushecia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Andreza!!!
    Vou dar uma olhada lá sim =D
    Bjos

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar =D